29 de out de 2007


ISTO É GENTE DE 2003, MATÉRIA QUE VALE MUITO RELEMBRAR....
Samba


Um Ser de Luz


Morta há 20 anos, a cantora Clara Nunes ganha homenagem em álbum duplo

Mauro Ferreira

Morta em abril de 1983, Clara Nunes saiu de cena como a cantora que abriu espaço para o samba, nos anos 70, e que quebrou o tabu – em voga na indústria fonográfica da época – de que mulher não vendia disco. Mas Clara foi mais do que uma sambista. Privilegiava o samba no seu repertório, mas cantava também outros ritmos brasileiros, indo do afoxé ao forró. Produzido e arranjado com requinte por Paulo Sete Cordas, o álbum duplo Um Ser de Luz – Saudação a Clara Nunes reúne 28 regravações de sucessos da artista.
Após se livrar das imposições para cantar boleros insossos, ainda nos anos 60, Clara passou a registrar repertório irretocável. Um Ser de Luz é bela homenagem à cantora, mas poderia ser melhor se a DeckDisc não tivesse (im)posto nomes de seu elenco como o grupo Falamansa, encarregado de regravar “Feira de Mangaio”. O disco soa mais interessante quando entram sambistas como Ivone Lara (“Juízo Final”), Mart’nália (perfeita para “Ijexá”) e Monarco (“Peixe com Coco”, com a Velha Guarda da Portela). Mas cabe registrar que estranhos no ninho do samba também fazem bonito. É o caso de Mônica Salmaso, refinada em “Alvorecer”. Só que ninguém canta o repertório de Clara Nunes como a própria. Luz do samba.

Nenhum comentário:

HOMENAGENS!

Loading...

CLARA NUNES, MEU SONHO CRISTALINO!

guerreira!

MINHA HOMENAGEM Á CLARIDADE

PARCERIA MERCADO LIVRE

CLARA NO YOU TUBE

Loading...

ANINHA VIEIRA

Minha foto
BRASIL, RS, Brazil
MAIS UM ESPAÇO DEDICADO A NOSSA ESTRELA MAIOR CLARA NUNES. CLARA, NÓS TE AMAMOOOOOOOOOOOOOSSS!!!! ANINHA VIEIRA/RS