13 de jul de 2012


Donas dos versos dos trovadores
Por Felipe Candido / Produção: Yael Peretz


Atrizes, cantoras, domésticas, mães de santo, ou apenas uma garota passeando pela rua, todas puderam garantir seu espaço no mitológico reino das musas.

Canções em homenagem a mulheres criaram verdadeiras inspirações em nosso cancioneiro. Relembre algumas dessas inspirações da música brasileira e conheça as histórias por trás das letras.

AI QUE SAUDADES DA AMÉLIA

Durante anos a cantora Aracy de Almeida teve uma empregada doméstica, que para ela era um presente de Deus. A cantora vivia exaltando aos quatro cantos todos os dotes domésticos e, principalmente, culinários de sua fiel escudeira.

De tanto que Aracy falava nos talentos dela, Amélia dos Santos Ferreira acabou chamando a atenção dos compositores Ataulfo Alves e Mário Lago, que eternizaram a musa em uma canção.

Amélia ficou então nacionalmente conhecida por “não ter a menor vaidade”, e por essa razão ser “mulher de verdade”. Depois a figura da mulher prendada de atributos domésticos entrou para o imaginário popular do país, e Amélia virou sinônimo de dona de casa, obediente aos mandos e desmandos do marido.

Divulgação
A MINEIRA GUERREIRA


Clara Nunes foi uma cantora de grande popularidade no Brasil. Esse reconhecimento não acontecia somente entre o público, mas também entre os compositores.

Clara foi homenageada em diversas canções, em especial por seu marido, Paulo César Pinheiro.
Ao lado do parceiro João Nogueira, eles imortalizou Clara como musa primeiramente na canção “Mineira”, em que suas características, seu canto e sua fé eram exaltados.

Após, como presente para a cantora, a dupla de compositores fez uma canção para que ela interpretasse. Os versos iniciais da música “Guerreira” soam como uma resposta à “Mineira” na voz de Clara.

“Se vocês querem saber quem eu sou, eu sou a tal mineira”, entoava Clara, cheia de graça e ginga.
Após o falecimento da cantora em 1983, Paulo César e João se reuniram novamente para uma despedida da cantora. Dessa vez a composição veio em forma de samba-exaltação, e relembrava a trajetória de Clara: “Um Ser de Luz”.




CLARA NUNES - SABIÁ - UM SER DE LUZ – CARLA


Com a ajuda à Carla Catalão - cantora lírica  que mora aqui em Paris e que está montando também um programa de MPB - temos andado à busca de músicas boas, que se adequem à voz dela e que formem um bom repertório variado - para incentivar a cantora e agradar ao público. Com esse trabalho temos redescoberto músicas interessantes. Uma destas músicas foi Carla que viu e disse que gostou. Era “Um Ser de Luz” música de Paulo César Pinheiro, João Nogueira e Mauro Duarte. A música foi composta para Clara Nunes depois da morte dela. Eu não conhecia. Quando ouvi fiquei arrepiado!!! É o resultado daquilo mesmo que  João Nogueira comenta. Ele disse que para fazer a música, ele, Paulo César Pinheiro e Mauro Duarte se enclausuraram por 3 dias e beberam todas e choraram muito. A música tem trechos maravilhosos. Diz em certo momento que ela - Clara Nunes - “ao se batizar se transformou num sabiá”. Depois diz: “dona dos versos de um trovador” - já que ela era esposa de Paulo César Pinheiro (um dos maiores compositores brasileiros da atualidade). Após, afirma que ela “onde chegava espantava a dor, com a força do seu cantar”. Quem escutou Clara Nunes cantando lembra que ela cantava forte e irradiava alegria. Quando ela tinha 39 anos (muito nova) foi fazer uma cirurgia para retirada de varizes e teve uma parada cardíaca. Passou 28 dias em estado de coma no hospital e veio a falecer. Isso foi em 1983. A música acompanha o acontecimento: “mas aconteceu um dia, foi que o menino deus chamou e ela se foi pra cantar, para além do luar, onde moram as estrelas”.  E os compositores falam como se sentem: “E a gente fica a lembrar, vendo o céu clarear, na esperança de vê-la, sabiá”.  A falta da esposa, da amiga e da cantora/intérprete levou os compositores a dizer: “Sabiá. que falta faz sua alegria. Sem você, meu canto agora é melancolia”.  E com a esperança de vê-la e de reencontrá-la, finalizam: “Canta meu sabiá, voa meu sabia, Adeus meu sabiá, até um dia”.  



HOMENAGENS

Festival SESC Rio de Inverno homenageia sambistas
Vida de Zé Keti e homenagem a Clara Nunes são destaques na programação desta semana
O Festival SESC Rio de Inverno 2012 segue a todo vapor na sua segunda semana. Na quinta-feira (12), a quadra do SESC Teresópolis recebe o espetáculo “Zé Keti, a voz do morro”, musical que homenageia o autor de sambas clássicos como “Máscara negra”, “A voz do morro”, “Malvadeza Durão” e “Opinião”, que teria completado 90 anos no ano passado. O samba permanece como estrela também na sexta-feira (13). Na quadra do SESC Teresópolis, a sambista Fabiana Cozzarecebe Wilson Moreira para cantar os principais sucessos de Clara Nunes, um dos maiores expoentes femininos do gênero, que completaria 70 anos em agosto. “Conto de areia” e “Canto das três raças” são presença garantida neste grande show.(http://odiariodeteresopolis.com.br/leitura_noticias.asp?IdNoticia=19851)

Ana Mametto prepara show em homenagem a cantora Clara Nunes

 Ana Mametto segue em ritmo acelerado com os ensaios do tributo que fará a cantora Clara Nunes nos dias 15 e 16 de agosto. O show será o ponto alto da celebração dos 15 anos do Teatro Jorge Amado que vem preparando uma vasta programação para marcar a data.
A cantora guarda segredo do repertório escolhido e do figurino que será usado nos dois shows, que promete muita emoção para os fãs da cantora, que deixou um vazio no cenário da música popular brasileira e um legado musical impagável para o Brasil.
VIRGINIA ROSA canta CLARA NUNES
Virginia Rosa visita o repertório de uma das maiores intérpretes brasileiras, Clara Nunes, que este ano faria 70 anos. Interpreta alguns clássicos imortalizados em sua voz, como ‘O Mar Serenou’, ‘Conto de Areia’, ‘Canto das Três Raças’, ‘ A deusa dos orixás’, entre outros. Auditório – 3º andar. Não é permitida a entrada após o início do espetáculo. Ingressos à venda pela Rede INGRESSOSESC, a partir de 01/08, às 14h.
Dias: 15 e 16/08
Hora: 20:30h
Local: SESC Pinheiros



Alex Acioli
Macapá-AP

Nenhum comentário:

HOMENAGENS!

Loading...

CLARA NUNES, MEU SONHO CRISTALINO!

guerreira!

MINHA HOMENAGEM Á CLARIDADE

PARCERIA MERCADO LIVRE

CLARA NO YOU TUBE

Loading...

ANINHA VIEIRA

Minha foto
BRASIL, RS, Brazil
MAIS UM ESPAÇO DEDICADO A NOSSA ESTRELA MAIOR CLARA NUNES. CLARA, NÓS TE AMAMOOOOOOOOOOOOOSSS!!!! ANINHA VIEIRA/RS